Carnaval de Torres Vedras recebeu meio milhão de visitantes de 21 a 26 de fevereiro

O Carnaval de Torres Vedras regressou de 21 a 26 de fevereiro para uma edição que teve cerca de meio milhão de visitantes que quiseram fazer parte daquele que é o “Carnaval mais português de Portugal”, avança o Município em comunicado.

Segundo a mesma fonte, o Corso Escolar, que abriu dia 21 de fevereiro os reuniu cerca de 6300 crianças e jovens, acompanhados por aproximadamente mil auxiliares e professores. Elfos, coelhos, fadas, feiticeiros e todas espécies de seres mágicos desfilaram durante a manhã, revelando o trabalho e criatividade de 72 estabelecimentos de ensino do Concelho.

Nesse dia à tarde, Lourinhã, Sobral de Monte Agraço, Alenquer e Mafra participaram no Baile de Máscaras Tradição. Cerca de 470 mascarados em 19 grupos participaram no concurso de grupos de mascarados, que teve como vencedor o grupo do Lar de São José, em Torres Vedras.

À noite, decorreu um dos momentos mais aguardados pelos foliões torrienses. Milhares de pessoas concentraram-se junto à Estação Ferroviária de Torres Vedras para receber Suas Altezas, que depois entronizadas receberam das mãos do presidente da Câmara Municipal as chaves da Cidade.

No Corso Noturno de sábado, 38 grupos que integraram o Concurso de Grupos de Mascarados, desfilaram e criatividade e originalidade dos cerca de dois mil participantes foi avaliada pelo público, pela Real Confraria do Carnaval de Torres e pelos próprios grupos, elegendo, assim, os vencedores do concurso, anunciados pela primeira vez no corso de terça-feira, acrescenta o comunicado.

Bruno Matos é a nova Miss Matrafona, “Beija-me e Verás” recebeu o Prémio Real Confraria e o “Era uma Vez” venceu os Prémios Público e dos Grupos

Já na segunda-feira, foi a noite de Corso Trapalhão, momento em que saíram à rua os carros espontâneos e em que 54 matrafonas subiram à passerelle do Concurso de Matrafonas. Bruno Matos foi vencedor, seguido de Miguel Coelho e João Capote, em 2.º e 3.º lugar, respetivamente. Este ano foi também atribuído o título Miss Juventude a Martim Rodrigues e Miss Madura a Gilberto Fonseca, revela a mesma fonte.

Quanto aos corsos diurnos, domingo e terça-feira, receberam milhares de foliões para ver os carros alegóricos, grupos de mascarados, cabeçudos e Zés Pereiras, carros espontâneos e Tó’Candar Paladin. No corso de terça-feira foram ainda anunciados os vencedores do Concurso de Grupos de Mascarados. “Beija-me e Verás” recebeu o Prémio Real Confraria e o “Era uma Vez” venceu os Prémios Público e dos Grupos.

A animação noturna foi assegurada com os DJ’s na Praça Machado Santos e Praça Sagres, na Praça Paladin e na Praça Dr. Alberto Avelino,Toy e Tio Jel foram os artistas convidados pelo Arraial Fest para atuarem na Praça Dr. Alberto Avelino.

606 elementos da PSP no terreno

A Câmara sublinha o facto desta edição ter contado com o “reforço da segurança, através do alargamento do recinto do evento e do aumento do número de câmaras de videovigilância, medidas que permitiram melhorar a circulação de pessoas no recinto e a velocidade de resposta das forças de segurança e socorro”. Ao longo do evento estiveram no terreno 606 elementos da Polícia de Segurança Pública (PSP), a que se juntaram outros agentes de segurança e socorro como a Guarda Nacional Republicana (GNR), a Prosegur, a Cruz Vermelha Portuguesa – Torres Vedras, os Bombeiros Voluntários de Torres Vedras, o Centro Hospitalar do Oeste e o Centro de Saúde de Torres Vedras.

As preocupações com o ambiente e a sustentabilidade marcaram esta edição. “Além do trabalho em torno da sensibilização ambiental e da educação para a sustentabilidade, este ano o evento associou-se ao movimento inédito #DeclareAção e ao movimento Loving the Planet. A estas medidas somaram-se muitas outras, como a existência de mochileiros de água, do Eco Copo e de ecopontos humanos e o facto de o Carnaval de Torres Vedras ser um Eco Evento Valorsul”, conclui o comunicado.