41 infetados com coronavírus em Portugal e mais de 114 mil casos no mundo. Não há casos confirmados no CHO

Há 41 pessoas infetadas com o Covid – 19 no país, 375 suspeitos e 83 aguardam resultado laboratorial. O Conselho de Administração garante que, até ao momento, o Centro Hospitalar do Oeste “não registou casos de Coronavírus”.

Segundo o Boletim Epidemiológico em Portugal referente ao Covid – 19, há 375 casos suspeitos – mais 36 do que na segunda-feira – e 667 pessoas em vigilância – um aumento de 171 pessoas. Há ainda 83 casos a aguardar resultado laboratorial.

Os casos importados são oito: dois de Espanha, cinco de Itália e um de Alemanha/Áustria.

Entre os 41 infetados, 40 estão internados e 23 são do sexo masculino e 18 do feminino. Por faixa etária, são seis os casos entre os 10 e 19 anos, dois entre os 20 e os 29 anos, seis entre os 30 e os 39, 14 entre os 40 e os 49, quatro entre os 50 e os 59 anos, seis entre os 60 e os 69 anos e três entre os 80 e os 79 anos.

A região Norte é a que concentra maior número de casos (27), seguida por Lisboa e Vale do Tejo (10), Centro (2) e Algarve (2).

Questionada pela RTVON se haveria suspeitas do vírus ou se estaria alguém infetado nos hospitais do Centro Hospitalar do Oeste, a administração garantiu que “que até ao momento o Centro Hospitalar do Oeste não registou casos de Coronavírus.”

Eventos com mais de mil pessoas à porta fechada devem ser cancelados

Em Portugal, as autoridades começam a adotar medidas de contenção como o encerramento de lares, escolas, universidades, ou a suspensão de visitas nos hospitais e prisões. Entretanto, a ministra da Saúde anunciou que os eventos com mais de mil pessoas à porta fechada devem ser cancelados. Foram também suspensos todos os voos entre Portugal e zonas mais afetadas de Itália.

Do ensino à cultura, há já uma vasta lista de serviços e espaços encerrados ou com acesso condicionado em Portugal, conforme os anúncios públicos.

Jogos da 25.ª jornada das competições profissionais de futebol à porta fechada

Os jogos da 25.ª jornada das competições profissionais de futebol, marcados para o próximo fim de semana, por exemplo, vão ser disputados à porta fechada e a Liga de Clubes já criou um protocolo a explicar a forma como os clubes devem atuar face às restrições impostas para conter o impacto do Covid-19 nas competições futebolísticas.

A Direção-Geral de Saúde (DGS) vai ser ouvida hoje no Parlamento e o primeiro-ministro, António Costa, reuniu-se com os ministros das Finanças, da Economia, Administração Interna, Saúde, Infraestruturas e Planeamento para anunciar mais medidas de resposta ao surto do Covid-19.

E na quarta-feira, dia 11 de março, vai ter lugar uma reunião entre o Governo e o conselho nacional de saúde pública. Só após a recomendação deste órgão é que o Executivo decide a medida a ser adotada relativamente às escolas perante os casos de coronavírus no país.

Um pouco por todo o mundo há mais de 114 mil casos de infeção pelo novo coronavírus, e mais de quatro mil vítimas mortais.