Vários ninhos de vespa asiática em Torres Vedras

Recentemente verificou-se de novo no Concelho o aparecimento de vários ninhos primários de vespa velutina (vespa asiática), “tendo em conta que nos encontramos na época do ano propícia ao surgimento dos mesmos”, informou o Município em comunicado.

A mesma fonte relembra que este tipo de vespa “é considerada uma espécie invasora, que apresenta vários efeitos negativos no ambiente e na biodiversidade devido à forte predação de abelhas e de outros insetos polinizadores”.

Além disso, “é facilmente diferenciada” das demais europeias (à exceção da vespa crabro ou europeia), que são mais pequenas”. Trata-se de uma vespa de grandes dimensões, com cabeça preta e face laranja, amarelada. O seu corpo é castanho-escuro ou preto, aveludado, delimitado por uma faixa fina amarela e com um único segmento abdominal amarelado-alaranjado na face dorsal. As suas asas são escuras e as patas castanhas com as extremidades amarelas. O tamanho da vespa asiática varia entre os 2,5 e os 3 cm.

Quando perturbada, “a mesma poderá representar um risco para as pessoas, devido à sua picada, à semelhança do que acontece com as abelhas e outros tipos de vespas”, sublinha o comunicado.

“Sempre que seja identificado um ninho de vespa asiática, não interfira com o mesmo e contacte de imediato o Serviço Municipal de Proteção Civil (e-mail: prociv@cm-tvedras.pt; n.º de telefone: 261 320 764) ou a linha SOS Ambiente (808 200 520), comunicando a sua localização”, conclui mesma fonte.