19 cidadãos residentes em Torres Vedras em quarentena no Pavilhão Multiusos após contacto com caso positivo de Covid-19

A Câmara explica que foi identificado um infetado fora do Concelho que teria tido contacto com cidadãos residentes na cidade de Torres Vedras, tendo estes feito teste Covid-19. Dois obtiveram resultado positivo e, em conjunto com mais 19 pessoas, foram colocados em quarentena no Pavilhão Multiusos da Expotorres.

Os dois casos confirmados “passaram a figurar da lista de casos ativos, publicada diariamente pela Proteção Civil de Torres Vedras, na sua freguesia de residência”, explica o Município em nota de esclarecimento.

Segundo a mesma fonte, “de todos os casos testados apenas uma parte foi considerada contacto de alto risco, apesar dos testes negativos. Assim, foi determinada a necessidade de isolamento profilático dos dois casos confirmados e dos 19 de alto risco, devido ao período de incubação da doença”.

“Uma vez que estes cidadãos não possuem condições de habitabilidade que lhes permitam manter-se isolados, coube à Câmara Municipal providenciar condições para este isolamento profilático, o que veio a acontecer com recurso ao Pavilhão Multiusos da Expotorres”, acrescenta o Município.

A nota de esclarecimento sublinha que, “em nenhum momento houve, nem há, necessidade de divulgar as suas nacionalidades, como aliás nunca foi feito até agora com os 50 casos já confirmados de COVID-19 no Concelho. A nacionalidade de um indivíduo não é, simplesmente, um dado relevante para avaliação do risco em saúde pública”.

“A informação divulgada diariamente à população insere-se na missão de comunicação de risco de saúde pública da Proteção Civil Municipal e dá aos cidadãos os dados relevantes da evolução da pandemia a nível local sem nunca colocar em causa o direito de privacidade de qualquer cidadão. Em nenhum momento são ocultados casos ou informação relevante para proteção individual e coletiva”, conclui a mesma fonte.

Na edição desta sexta-feira, o jornal “Badaladas”, diz que um grupo de migrantes que reside no centro histórico de Torres Vedras foi colocado em quarentena no pavilhão multiusos.

18 homens e uma senhora de um grupo de migrantes em quarentena

Carlos Bernardes, Presidente da Câmara Municipal de Torres Vedras, explicou ao jornal que essa operação foi desencadeada assim que as autoridades de saúde detetaram que um doente com Covid-19 internado em Santa Maria tinha estado em contacto próximo com a comunidade e que, neste momento estão lá 19 pessoas em quarentena, 18 homens e uma senhora, e os dois casos positivos também, em espaços isolados.

Para o autarca essas pessoas, que têm entre 22 a 35 anos e estão legalizadas, “estão a reagir muito bem, estão satisfeitos com a forma como estão a ser tratados por nós ao nível logístico. Está tudo a correr dentro da normalidade”.