Feiras na Lourinhã voltam a ser possíveis a partir de 1 de julho

O Município da Lourinhã emitiu um comunicado onde elenca uma série de determinações que “impactam diretamente na vida dos lourinhanenses”, nomeadamente o facto de as feiras em todo o território municipal voltarem a ser possíveis a partir do dia 1 de julho e o levantamento dos acessos e estacionamentos das praias da Areia Branca, Areal Sul, Peralta, Porto Dinheiro e Valmitão

Assim, sublinha o Município, “Na sequência da aprovação pelo Conselho de Ministros do plano de transição do estado de emergência para o estado de calamidade, que estabelece o levantamento gradual das medidas de confinamento, das orientações emanadas pela Direção Geral de Saúde, e depois de ouvida a Comissão Municipal de Proteção Civil, o Municipio da Lourinhã vem informar o seguinte”:

Determinações

 As desinfeções dos espaços associativos e de culto serão efetuadas mediante solicitação prévia e priorização definida pelo SMPC;

 As unidades de alojamento reabertas devem funcionar mediante o compromisso / selo do Turismo de Portugal “Safe & Clean”, onde vigora a necessidade da definição de um plano de higienização e algumas restrições na utilização das piscinas, balneários e zonas de SPA;

 A Pousada da Juventude da Praia da Areia Branca que até à data estava alocada para eventual alojamento de Profissionais de Saúde, Bombeiros e Forças de Segurança, fica disponível para retomar a sua atividade a partir de 21 de maio;

 A Casa Oeste, em Ribamar, que até à data estava alocada para efeitos de Centro de Acolhimento de Doentes Não Graves, fica disponível para retomar a sua atividade a partir de 1 Junho de 2020;

 Reabertura dos jardins municipais para fruição pública, com algumas restrições, quanto à utilização dos bancos, devendo estar garantida a distância entre pessoas (permanecem encerrados os espaços de jogo e recreio neles existentes);

 Reabertura dos Julgados de Paz a partir de 1 de junho;

 As feiras em todo o território municipal voltam a ser possíveis a partir do dia 1 de julho, cumprindo com a legislação em vigor e com as normas sanitárias da DGS;

 Levantamento dos acessos e estacionamentos das praias da Areia Branca, Areal Sul, Peralta, Porto Dinheiro e Valmitão.

Encerramento

 Instalações e equipamentos municipais;

 Parques infantis e equipamentos desportivos e de recreio ao ar livre, com as exceções previstas na Lei;

 Casas de banho públicas de todo o concelho;

 Academia Cultural Sénior;

Suspensão das seguintes atividades:

 Atividades desportivas, culturais e sociais promovidas pelo município ou por parceiros que utilizem as instalações municipais;

 Visitas de lazer, de turismo ou de âmbito cultural promovidas pelo município;

 Apoios logísticos às atividades promovidas pelas associações ou outros parceiros;

 Desfiles e festas populares ou manifestações folclóricas, ou outras de qualquer natureza;

 Todos os eventos de natureza cultural, desportiva e recreativos realizados em recintos cobertos e ar livre;  Cedência de espaços e de autocarros municipais.

Outras determinações

 O atendimento presencial no edifício dos Paços do Municipio mantém-se por marcação prévia (através dos telefones 261410124 | 261410116 ou do email: geral@cmlourinha.pt) e ao uso obrigatório de máscara.

 Todas as medidas aprovadas pela Comissão Municipal de Proteção Civil são um complemento às determinações das Resoluções do Conselho de Ministros n.º 33- C/2020, de 30 de abril e n.º 38/2020, de 17 maio, disponíveis em www.cmlourinha.pt/COVID19.

 Os horários de funcionamento do comércio e serviços, bem como da restauração mantêm-se conforme tipificado na Resolução do Conselho de Ministros nº 38/2020, de 17 de maio e nas normas da DGS;

“A implementação destas medidas vigora até novo comunicado, sendo monitorizada de forma regular e podendo ser alterada conforme o desenvolvimento da pandemia da COVID-19”, conclui o comunicado.